ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Uma mulher foi morta a tiros no início da tarde desta terça-feira (22), em Pinhão, na região central do Paraná pelo ex-marido. A vítima, Franciely Aparecida Tavares, 33 anos, era professora da rede municipal de ensino.

O ex-marido da vítima, José Arildo Maron, de 48 anos, fugiu do local mas acabou se entregando à polícia no distrito de Guará, em Guarapuava, também na região central, conforme a polícia.

O homem disse que atirou duas vezes contra a ex-mulher e fugiu por uma estrada rural, segundo a PM. O suspeito entregou uma arma de fogo aos policiais.

Uma câmera de segurança registrou o momento em que o suspeito corre atrás da vítima com uma arma na mão. A Polícia Civil não soube informar se o homem atirou no momento registrado pela câmera. 

O homem abordou o carro de Franciely no km 431 da PR 170 com uma motocicleta, depois disparou um tiro no vidro do carro. Franciely então saiu correndo e tentou se esconder atrás de um caminhão, mas foi perseguida pelo homem que atirou mais uma vez, matando a professora.

A mulher foi morta com dois tiros de pistola tipo garrucha calibre .28, a qual foi entregue pelo autor à policia.


 


Fonte: G1/Correio do Cidadão
Postado por Adilson Nogueira - Data: 23/10/2019