ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Após dias de baixa liquidez no mercado de soja, as negociações começam a se aquecer, motivadas pelo aumento da paridade de exportação no porto de Paranaguá (PR). Esse movimento, por sua vez, se deve à valorização dos contratos futuros na CME Group (Bolsa de Chicago), os quais foram influenciados pelas estimativas de menor área de soja nos Estados Unidos na temporada 2019/20 e pelas expectativas de que o acordo comercial entre EUA e China seja firmado em breve. Segundo colaboradores do Cepea, esse cenário incentivou produtores a efetivar negociações para entrega a partir de abril, com maiores volumes para junho e julho. Há, também, sinalização de crescimento na competitividade entre compradores externos e indústrias brasileiras. Com isso, sojicultores brasileiros voltaram a fixar maiores lotes de soja, o que elevou a movimentação nos portos brasileiros. Contudo, compradores se aproximam dos preços de venda para efetivar as negociações


Fonte: Cepea – Foto: Brasil caminhoneiro
 

Postado por Jefferson Silva - Data: 25/02/2019

Veja também