ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 
O caso que chocou o Brasil na última semana, do pai que abusou dos seis filhos em Diamante do Sul, ganhou novos rumos. A mulher e mãe das vítimas foi ouvida pelo delegado responsável pelas investigações, Dr. Bruno Falci. Em depoimento, a mulher contou que soube apenas do abuso da filha mais velha, aos sete anos - atualmente a jovem está com 26 anos. O delegado conta que na época do estupro, o abusador implorou por perdão a esposa e disse que não cometeria nenhum outro ato contra a menina e os demais filhos. Questionada quando aos abusos recorrentes contra os outros cinco filhos, a mulher ressalta que nunca desconfiou e se soubesse teria feito justiça. Em depoimento, a mãe conta que o marido era muito esperto em suas ações e por isso ela não percebeu e nunca o pegou abusando os filhos. O caso só foi descoberto pela Polícia, porque um dos filhos do casa- um jovem de 20 anos, cometeu suicídio em 29 de janeiro de 2019 e então surgiu rumores de abuso sexual no núcleo familiar - a vítima não tinha quadro de depressão, envolvimento com drogas e nem vícios com álcool. O filho mais novo, um adolescente de 15 anos, foi submetido a exames no IML (Instituto Médico-Legal) que comprovaram os abusos. O laudo foi determinante para a prisão do envolvido na quinta-feira (21). O delegado conta que questionou a mulher a respeito do filho que cometeu suicídio ter que dormir todas as noites com o pai. "Ela realmente confirma que o filho dormia com o pai, mas nunca suspeitou que o pai fizesse tal coisa. A mulher dormia em outro quarto com o outro filho do casal", descreve. A Polícia aguarda o depoimento de um dos filhos que não mora na região para e então concluir o inquérito até a sexta-feira (1º). A mulher pode ser responsabilizada por omitir o crime. O suspeito segue preso na carceragem da Delegacia de Polícia Civil e aguarda os próximos passo da Justiça.

Fonte: Catve

Postado por Adilson Nogueira - Data: 25/02/2019

Veja também