ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em novembro passado foi anunciado pelo Banco Central, através da Resolução 4.765, que as instituições financeiras estão autorizadas a cobrar tarifa de quem tem cheque especial maior que R$ 500 por mês. A tarifa, equivalente a 0,25% do limite que exceder R$ 500, será descontada do valor devido em juros do cheque especial.
 
Diante desse cenário, a cooperativa Sicredi Grandes Lagos PR/SP por decisão do Conselho de Administração optouembeneficiar os seus associados atuais e futuros e não vai cobrar a tarifa de 0,25% dos associados com limite no cheque especial acima de R$ 500. Ou seja, os associados da cooperativa não pagarão a tarifa sobre o cheque especial.
 
“Tomamos essa decisão de isentar a tarifa porque nosso interesse é o desenvolvimento dos nossos associados, das suas finanças e dos seus negócios. Que tenham uma vida financeira saudável e equilibrada. A não cobrança dessa taxa, autorizada pelo Bacen, demonstra que estamos ao lado dos nossos associados agregando valor e renda, buscando cada vez mais aliar a oferta de produtos, atendimento de qualidade, ampliação dos nossos canais de atendimento físicos e digitais com a definição de taxas ainda mais competitivas”, declarou o presidente da cooperativa Orlando Muffato.
 
Ao decidir pela não tarifação, o Sicredi prova mais uma vez que está ao lado
dos seus associados e trabalha junto para o seu crescimento. A limitação dos juros em 8% ao mês começa a valer em 6 de janeiro de 2020 para pessoas físicas e microempreendedores Individuais (MEIs).

Veja ainda:
Fundo de Previdência do Sicredi recebe avaliação cinco estrelas no ranking Valor/FGV 2019
Sicredi lança portal que ajuda na escolha de investimentos

 


Fonte: Sicredi Grandes Lagos PR/SP – Laranjeiras do Sul/PR
Postado por Jefferson Silva - Data: 07/01/2020