ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cerca de 18 veículos, que estavam no estacionamento da sede do Santa Mônica Clube de Campo, teriam sido riscados com xingamentos e desenhos da suástica, o símbolo do nazismo de Adolf Hitler, neste fim de semana. As informações são de grupos de WhattsApp de sócios do Santa Mônica que dão conta sobre o ato de vandalismo, que foram confirmadas pela diretoria do Clube e pela Polícia Civil.

Esse não é o primeiro caso envolvendo o uso do desenho símbolo do nazismo em Curitiba. No dia 19 de dezembro do ano passado, um adolescente foi flagrado ostentando o símbolo da suástica nazista em uma braçadeira na camiseta. A publicação feita em uma página da rede social,  mostra o adolescente na praça de alimentaçaão de um shopping de Curitiba, que parece ser o Jockey Plaza Shopping. 

Adolescente com braçadeira com suástica é fotografado em shopping de Curitiba

A Polícia Civil do Paraná, via assessoria, informou que nesta tarde de segunda-feira, 10, será encaminhada uma equipe à sede do Clube, que fica localizado em Colombo, município da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), para a apuração dos fatos e o motivo pelo qual não houve o registro de Boletim de Ocorrência (B.O) do ocorrido. 

Neste fim de semana, o Santa Mônica recebeu mais de 100 atirados que participaram das provas das primeiras etapas dos Campeonatos Paranaenses de Handgun, Mini Rifle e CCP e de Shotgun, eventos de tiro.  Os estandes de tiro do Clube foram escolhidos como sede da competição promovida pela Federação Paranaense de Tiro Prático.

A reportagem tentou contato com a diretoria do Clube que, via assessoria enviou uma nota, lamentando o ocorrido. Afirma ainda estar tomando providências para apurar os responsáveis pelo ocorrido.

Veja a nota na íntegra: 

O Santa Mônica Clube de Campo lamenta pelo ocorrido no estacionamento. Para apurar as informações, identificar e responsabilizar o(s) autor(es) dos fatos foi aberta uma sindicância interna envolvendo o departamento administrativo e a empresa de segurança que atende ao Clube.

Até o momento, o Clube trata a questão como ato puramente de vandalismo, sem informações sobre os autores ou de qualquer vinculação a algum outro interesse, já que os riscos nos carros ocorreram de forma aleatória. Também, é importante esclarecer que o ato não está sendo atribuído a qualquer pessoa que estivesse participando dos eventos que se realizavam nas áreas próximas ao setor de tênis.

Os esforços da diretoria estão concentrados na identificação do(s) autor(es) da ação de vandalismo para que seja(m) responsabilizado(s), além de envidar esforços para adoção de medidas para que tais atos não voltem a ocorrer.

Fonte: www.bemparana.com.br
Postado por Digital - Data: 11/02/2020

Arquivos Relacionados a Notícia