ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Nas áreas rurais, o biogás é uma alternativa real, que apresenta viabilidade devido ao uso dos resíduos agropecuários como matéria-prima para a produção. Isso permite que projetos inovadores saiam do papel. Um deles vem de Entre Rios do Oeste, município na região Oeste, com cerca de 4,3 mil habitantes. O projeto é uma parceria de diversas entidades, envolvendo pesquisas desde 2016, para a produção de energia elétrica a partir do biogás proveniente dos resíduos da suinocultura. O rebanho suíno é o destaque da agropecuária entrerriense, com cerca de 220 mil animais.

No Paraná, diversos setores têm atuado para incentivar a produção e o uso do biogás. A FAEP se destaca por sua participação ativa no processo. A Política Estadual do Biogás e Biometano, aprovada pelo governo estadual em maio de 2018, que estabelece apoio e determina regras, obrigações e instrumentos para a produção e consumo do biogás no Estado foi assinada na sede da entidade.

De acordo com o diretor-presidente do Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás), Rodrigo Regis de Almeida, o projeto cria condições para aumentar a competitividade do agronegócio, transformando o que antes era um passivo ambiental, num ativo econômico. “Estamos trabalhando na integração dos produtores rurais envolvidos, reduzindo o custo operacional por meio do ganho de escala. Esses produtores também serão remunerados pelo biogás que produzirem, ou seja, geração de nova renda”, explica.

Fonte: FAEP

Postado por Jefferson Silva - Data: 07/03/2019

Veja também