ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Cinco crianças e um funcionário foram mortos nesta manhã na escola estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, após duas pessoas encapuzadas, aparentemente adolescentes, entrarem atirando no local, segundo informações são da Polícia Militar. Os dois atiradores cometeram suicídio, após efetuarem vários tiros. Ao menos 17 pessoas estariam feridas e estão sendo levadas para hospitais da região. Dez adolescentes foram levados para o Hospital Santa Maria, que fica a 300 metros da unidade de ensino. Não há informações sobre seus estados de saúde. "Dois encapuzados entraram na escola Raul Brasil, aparentemente dois adolescentes, eles se mataram. 

"Efetuaram diversos disparos. [Há] cinco crianças em óbito e um funcionário", afirmou Cibele Marsolla, do Corpo de Bombeiros. Dois helicópteros Águia e três unidades do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram deslocados para o local. Os bombeiros também enviaram seis unidades de resgate. O governador de São Paulo, João Doria, cancelou a sua agenda prevista para a tarde de hoje e foi para o local acompanhar os trabalhos de resgate e atendimento aos feridos. A escola fica bem em frente a uma Igreja Messiânica Mundial. O funcionário do templo religioso Marcos Filho contou ao UOL que os tiros foram ouvidos após às 9h, durante o intervalo dos alunos. "A minha esposa estava aqui de manhã, ela ouviu vários tiros vindos da escola. Nós ficamos bem em frente ao prédio da escola. As crianças começaram a correr", contou. Nesse momento, segundo ele, a igreja está tentando prestar assistência a quem chega ao local. "Tem muito bombeiro aqui, muita polícia, helicópteros sobrevoando. Não dá para saber quem é pai e mãe querendo saber dos filhos e quem é curioso", disse,

Perfil da escola

A Escola Estadual Raul Brasil fica na rua Otavio Miguel da Silva, no bairro Parque Suzano. Segundo o o Censo Escolar 2017, a unidade de ensino tem 105 funcionários e 1.067 alunos. Os estudantes são do 5º a ano ao ensino médio, sendo a maioria alunos de ensino médio.

Fonte: Bol


 

Postado por Adilson Nogueira - Data: 13/03/2019

Veja também