ÚLTIMAS NOTÍCIAS

As atividades de plantio da nova temporada de trigo começaram no Paraná nos últimos dias, ainda que em ritmo lento, segundo informações do Cepea. O plantio deve se intensificar nesta segunda quinzena de abril, estendendo-se até meados de julho. Em termos nacionais, de acordo com dados da Conab, a área destinada ao trigo na safra 2019/20 pode ficar em linha com a da temporada anterior, em 2,04 milhões de hectares. Em relação às negociações, no Brasil, ainda seguem em ritmo lento. Cenário diferente tem sido registrado na Argentina, onde as comercializações do trigo para a temporada 2019/20 – safra que deve começar a ser semeada em maio – estão aquecidas. Dados da Bolsa de Rosário reportaram que as vendas antecipadas do cereal já totalizam 600 mil toneladas, volume recorde para o país vizinho. No entanto, as negociações da atual safra, especialmente para exportação, vêm caindo mês a mês, desde dezembro de 2018. Também a uma preocupação dos produtores referente à isenção da Tarifa Externa Comum (TEC) para importação do trigo norte americano. O comunicado conjunto divulgado pelos presidentes do Brasil e dos Estados Unidos, Jair Bolsonaro e Donald Trump, respectivamente, sobre a importação de trigo norte-americano com tarifa zero causou preocupação entre os produtores paranaenses. De acordo com o documento, o Brasil implementará uma cota anual que permite a importação, livre de tarifas, de 750 mil toneladas do cereal. Hoje, a importação de trigo de outros países que não pertencem ao Mercosul, onde há livre comércio para o produto, possui uma taxa de 10%. Conforme dados de 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção paranaense corresponde a cerca de 60% do cereal brasileiro. O Paraná é o maior produtor nacional de trigo. 

Fonte: Cepea - Foto: folha agrícola


Fonte:
Postado por Jefferson Silva - Data: 16/04/2019