ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O Giro Rural que vai ao ar pela Rádio Campo Aberto FM, de segunda a sexta-feira, às 6h30min da manhã, destacou um assunto bastante importante, para os ouvintes que possuem sua horta em casa, no meio rural ou urbano, também pomares e demais cultivos. Através de uma abordagem segundo os conceitos da agricultura orgânica, no quadro entrevista técnica, o engenheiro agrônomo e consultor da Macrorgânicos Consultoria em Orgânicos e Agroecologia Christiano Boza relatou sobre as causas, efeitos e controle de pulgões.
 
Ataque de pulgões – Dicas para controle
Antes quero agradecer aos ouvintes do Giro Rural, que acompanham o quadro, espero que nossas dicas estejam ajudando vocês a melhorar seus cultivos. Caso os ouvintes tenham alguma problema ou duvida da agricultura ou pecuária, que queiram conhecer formas alternativas e sem uso de veneno, entrem em contato com a radio através do fone (42) 3635 17-55 e enviem suas dúvidas e sugestões.
Hoje nós vamos falar de um problema que atinge diversos cultivos, desde grãos, hortaliças e frutíferas. Vamos falar dos pulgões. Já vão pegando papel e caneta para anotar que no final em passo uma receita caseira para controle dos pulgões.

Conhecendo o inseto:
Os pulgões são insetos microscópicos, muito pequenos, mas com alta capacidade de danos pra agricultura. Os pulgões atacam inicialmente na face inferior das folhas, ou seja, na parte de baixo das folhas a gente pode encontrar esses insetos, que formam pequenas colônias. Eles podem ser de diversas colorações, sendo que nas hortaliças como couve, geralmente são acinzentados, já nas frutíferas como nas laranjeiras, podem ser verdes ou pretos.
Os pulgões se reproduzem muito rápido, onde em média a cada 7 dias eles renovam sua população. Os pulgões gostam de clima ameno e seco, ou seja, temperaturas de outono entre 18 a 25º, somado a secas, são muito favoráveis a seu aparecimento.

Sintomas dos ataques:
 Os principais sinais e sintomas dos pulgões são as deformações nas folhas e nos brotos novos das plantas, ou seja, os brotos novos se enrolam e não se desenvolvem. Os pulgões também injetam toxinas nas plantas que não deixam elas se desenvolverem, causando nanismo, ou seja, as plantas ficam pequenas. Os pulgões também causam uma cobertura preta que recobre as folhas dos citros, o que chamamos de fumagina.
Amigos do cultivo
Uma boa notícia é que as joaninhas, aqueles simpáticos insetos redondinhos e com corpo pintado, são inimigos naturais dos pulgões, ou seja, as joaninhas comem os pulgões! E não vamos confundir joaninhas com vaquinhas! As vaquinhas tem a boca pontiaguda, sugadora, e as joaninhas tem boca grande pra comer os ovos dos pulgões.
Mas para controlar os pulgões, uma forma é ter irrigação, ou seja, havendo uma boa disponibilidade de água, os insetos já diminuem bastante. Mas cuidado com o excesso de água e irrigação, pois favorece os fungos e outras doenças, que são outro problema.

Controle:
Outra forma de controlar o pulgão é fazendo uma receita à base de arruda. Você precisará de uns 8 ramos médios a grandes de arruda, de uns 30 centímetros. Você irá bater esses 8 ramos de arruda no liquidificador com 1 litro de água, depois irá coar com um pano fino. Depois irá acrescentar esse 1 litro de água com arruda em mais 20 litros de água e irá aplicar sobre as plantas atacadas. Pode-se também usar um espalhante adesivo natural, que irá ajudar com que a calda de arruda permaneça por mais tempo agindo sobre as plantas. Para fazer o espalhante adesivo você vai dissolver cerca de 10 gramas de sabão em meio litro de água quente, depois mistura essa água com sabão junto com a calda de arruda.
Bom pessoal, é isso por hoje. Espero que a dica seja útil. Usem a calda, tirem fotos e mandem para a Campo Aberto relatando os resultados.

Serviço:
Caso alguém tenha interesse em trabalhar com agricultura orgânica, entre no site da minha empresa e saiba mais, através do www.macrorganico.com.br ou mandem email para comercial@macrorganico.com.br e siga o trabalho que eu desenvolvo a partir do instagram no @macrorganico. Um forte abraço a todos, e até a próxima.
Fonte: Christiano Boza

Você pode sugerir a próxima matéria para o Giro Rural,entre em contato conosco no (42) 3635 – 1755 ou whatsApp (42) 99119-7504.

Postado por Jefferson Silva - Data: 03/05/2019

Veja também