ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Tiago Pereira Maciel, assassino do então prefeito de Itaipulândia, no oeste do Paraná, Vendelino Royer, foi preso por policiais militares no início da tarde desta quinta-feira (23) depois de uma denúncia anônima. Segundo a policia, no momento do cumprimento do mandado de prisão na casa onde estava morando em um bairro de Foz do Iguaçu, Maciel apresentou um documento com nome falso. Em 2011, ele foi condenado a 28 anos e seis meses de prisão pelo crime e estava foragido desde março de 2018, depois de descumprir as regras do regime semiaberto, para o qual havia progredido. Maciel responde pelos crimes de receptação, roubo, corrupção de menor, posse e porte ilegal de arma de uso restrito, homicídio e associação criminosa. Ele também será autuado por uso de documento falso.

O crime

Royer tinha 46 anos e foi morto no dia 8 de julho de 2008 com quatro tiros, logo depois de sair de uma reunião com líderes comunitários na área rural de Itaipulândia.As investigações apontaram que o então prefeito estava entrando no carro oficial quando foi abordado por duas pessoas em uma moto. Em seguida, um deles fez os disparos que o atingiram. Outras três pessoas foram condenadas pelo crime, entre elas, o ex-vice prefeito de Itaipulândia na época, Laudair Bruch. Ele foi condenado a 15 anos e quatro meses de prisão, por ser o mandante do assassinato. Em 2008, Bruch acumulava as funções de vice-prefeito e de secretário municipal de finanças da cidade e tinha sido exonerado pelo prefeito dois meses antes do crime.

O prefeito Vendelino Royer era cunhado do Pe. José Pedro, que morou por muito tempo na paróquia Sant`Ana em Laranjeiras do Sul.



 


Fonte:
Postado por Adilson Nogueira - Data: 24/05/2019