ÚLTIMAS NOTÍCIAS


A Polícia Civil de Palmital cumpriu hoje (15-06), no período da madrugada, um mandado de prisão contra a pessoa de V.S., suspeito de ter praticado estupro de vulnerável contra sua enteada de apenas nove meses na frente da mãe desta e, ainda, violência doméstica contra suas companheiras, deixando-as em cárcere privado durante uma madrugada.

O crime ocorreu em 12-06-2019, ocasião em que o autor, embriagado, violentou sexualmente sua enteada e agrediu fisicamente suas duas companheiras. Após os crimes, cometidos durante a noite, manteve todas em cárcere privadao, impedindo que saíssem e buscassem apoio policial.

Com a investigação deflagrada ontem e tomadas as providências necessárias, com encaminhamento da infante ao IML para laudos e também escuta especializada, bem como com a obtenção dos laudos das demais vítima, em articulação institucional com o Ministério Público da Comarca de Palmital, fora pedida a prisão preventiva do autor, sendo esta deferida de modo expedito pelo judiciário.

Com a decisão em mãos, com apoio da Polícia Militar de Laranjal, foi possível identificar o local onde se encontrava o autor, dando-se, então, cumprimento à ordem judicial, sendo o mesmo removido à cadeia anexa à Delegacia de Palmital pelo investigador plantonista, onde ficará à disposição do judiciário.

Com a vinda das perícias e laudos requisitados, o autor deverá ser indiciado pelos crimes de estupro de vulnerável, lesão corporal em contexto de violência  doméstica e cárcere privado.


 

Postado por Adilson Nogueira - Data: 15/06/2019

Veja também